•  
     

Uma poderosa ferramenta de edição de vídeos completamente de graça

Lightworks11.1.1

Você já pensou que muito do sucesso de um filme depende da sua edição? E muito do sucesso da edição vem, além do talento do profissional, do software utilizado para montar o filme.

Lightworks é um editor de vídeos usado por profissionais, com recursos avançados e inúmeras possibilidades, indicado para quem precisa de bons resultados sem pagar caro por isso.


Imagem

Utilizado por profissionais

Muitas pessoas pensam que, para ser um software profissional, é preciso custar uma fortuna. O Lightworks não custa nada e mesmo assim é utilizado por grandes editores de Hollywood, como Tariq Anwar, o montador do filme “O Discurso do Rei” – produção que levou o Oscar de melhor filme de 2010 e outras diversas nominações, entre elas a categoria de melhor edição.

Criando um novo projeto

A criação de um novo projeto é simples e você pode escolher facilmente aspectos técnicos como proporção da tela (4:3 ou 16:9), a qualidade do vídeo e áudio, entre outros. Tudo isso pode ser alterado mais tarde, mas é importante definir as principais configurações antes de começar.

A única informação que você precisa obrigatoriamente definir desde o começo é o frame rate, ou a quantidade de frames por segundo, já que isso vai definir mais tarde quais vídeos você pode importar. Por exemplo, se você escolher 24 fps, existe uma gama maior de frame rates aceitos, já 25 fps só aceita 25 ou 50.


Imagem

Para começar, você precisa importar o material bruto clicando no botão “Import” (segundo botão de cima para baixo na caixa de ferramentas) ou arrastando o vídeo até a janela do programa. O Lightworks lê os principais formatos de vídeo profissionais, como AVI, MOV, RED R3D, DPX, entre outros. Por ser um aplicativo mais avançado, arquivos em formatos como MP4 e 3GP não são reconhecidos, então é preciso usar um conversor.

Após importar, abra a time line do editor, clicando no terceiro botão (de cima para baixo) da barra de ferramentas, correspondente à função “Create a new edit”. Na janela de importações, clique duas vezes sobre a imagem prévia do seu vídeo e uma janela será aberta. Clique no terceiro botão da janela para criar um atalho para o vídeo no topo da tela, conforme a imagem.


Imagem

Arraste esse atalho para a janela de edição e clique no quarto botão da lateral para criar uma cópia do material no topo da tela. Isso é importante para que você possa ter um backup do vídeo, se for preciso. Na verdade, o software é bem flexível e existem várias maneiras de fazer o que você deseja. Veja este tutorial (em inglês) sobre os primeiros passos no Lightworks:



Editando

Para quem está acostumado com softwares como o Adobe Premiere ou o Final Cut, o Lightworks pode assustar à primeira vista. Isso porque a edição, neste caso, ocorre de uma forma um pouco diferente do tradicional, e você pode levar algum tempo para se acostumar, mas não é nada impossível de se lidar.

Em vez do botão “Cut”, temos diversas outras opções, como “In” e “Out”, que servem para marcar os tempos para o corte, além de quatro outros botões: “Replace”, “Insert”, “Delete” e “Remove”. Existem também as opções “Unjoin” e “Join”, que separam e unem as partes cortadas.


Imagem

Se você quer entender melhor como isso funciona, este vídeo pode ajudar. Apesar de este sistema ser bem diferente dos demais editores, basta um pouco de prática para aprender a fazer edições mais complexas com o Lightworks.

Adicione efeitos

Existe uma grande quantidade de efeitos de transição e efeitos de imagem disponível no Lightworks. Para aplicá-los, basta abrir a janela clicando em “Effects”, ao lado do botão “Join/Unjoin”. Agora selecione o efeito que você precisa usar e clique no botão “Add”.

Navegue pelas categorias de efeitos, aplique-os para testar e brinque com o seu material, para saber exatamente o que o Lightworks pode fazer. São oito categorias de efeitos para vídeo, incluindo adição de texto, inversão de imagem, mudança de cor, efeitos de transição e máscaras.


Imagem

O Lightworks pode parecer complicado e diferente à primeira vista, porém é preciso paciência e treino para entendê-lo e dominar os seus métodos de edição. Existem vários tutoriais online, tanto em vídeo quanto escritos, e o próprio site do desenvolvedor traz uma página de suporte, com um fórum no qual usuários mais experientes respondem a perguntas dos iniciantes.

Registro e download

Para fazer o download do software, é preciso fazer um registro no site do desenvolvedor. Isso é necessário para que eles conheçam melhor o seu público e saibam como aprimorar o software. No formulário, existem perguntas pessoais e técnicas, como quais outros softwares de edição você já usou anteriormente e com qual finalidade você os usa. Não é difícil fazer o registro e ele não custa nada.

Fonte


Ressuscitado pela última vez por D1g0 em 17 nov 2013 18:18.