•  
     

Seleção masculina começa bem, sofre apagão no 2º quarto e perde dos EUA

Sob olhares de Obama, Brasil abre dez pontos no primeiro período, mas faz apenas cinco pontos no segundo e é derrotado por 80 a 69

O ginásio em Washington estava lotado. Até o presidente Barack Obama, a primeira-dama Michelle Obama, e o vice-presidente Joe Biden estavam lá. O Brasil não se intimidou e, com boas atuações de Marcelinho Huertas, Anderson Varejão (12 pontos e 13 rebotes) e Alex (14 pontos), deu bastante trabalho aos Estados Unidos. Mas não foi o suficiente para parar LeBron James e cia. Com 30 pontos do ala do Miami Heat, a seleção americana completou a rodada dupla com mais uma vitória sobre os brasileiros:80 a 69. Mais cedo, a equipe feminina da casa também havia levado a melhor contra o time verde-amarelo, vencendo por 99 a 67.

Imagem


O Brasil agora viaja para França, onde encara a seleção francesa e a Austrália em torneio em Estrasburgo, antes da estreia nos Jogos de Londres.
- Foi bom, levando em conta o nível físico que eles jogaram e a tolerância da arbitragem, que a gente sabe que em um jogo Fiba é diferente. A gente sabia que seria assim. Tirando um quarto que a gente perdeu muitas bolas, talvez por ansiedade, entrar na correria deles – disse Marcelinho Huertas, ao SporTV.

A partida começou com um pouco de atraso, mas por um motivo ilustre: a entrada do presidente Barack Obama, ovacionado pela torcida. Mas, depois da festa americana, foi o Brasil quem tomou conta da quadra. Com uma grande atuação de Alex, que marcou 12 pontos, a seleção brasileira foi superior no primeiro quarto. Foi justamente em uma cesta de três do ala que os visitantes abriram dez pontos de vantagem (17 a 7). Os Estados Unidos ainda tentaram responder e diminuíram a diferença para quatro (17 a 13), mas os brasileiros voltaram a se distanciar e terminaram o período vencendo por 27 a 17 após cesta de Anderson Varejão.
Mas a seleção americana voltou para o segundo quarto com uma postura bem diferente. Com uma marcação forte, forçaram muitos erros do Brasil, que marcou apenas cinco pontos em todo período e viu os Estados Unidos fazerem belas jogadas e virarem o jogo. LeBron James deu uma cravada no contra-ataque, Kevin Durant pontuou na ponte-aérea, Kobe Bryant acertou de três pontos, e Tyson Chandler roubou a bola de Alex e fez a cesta para colocar os donos da casa na frente: 30 a 29. Guilherme Giovannoni acertou uma bola de três para tentar manter os visitantes no jogo, mas Raulzinho deu bobeira mais uma vez, LeBron aproveitou e os anfitriões venceram o primeiro tempo por 37 a 32.
Os Estados Unidos mantiveram o bom ritmo no retorno para o segundo tempo. Depois de seis pontos seguidos de Chris Paul, a vantagem americana chegou a 12 pontos (48 a 36). Mas, comandado por Marcelinho Huetas, o Brasil não deixava o adversário disparar. Larry Taylor chegou a colocar a diferença em seis pontos, mas os anfitriões conseguiram terminar o quarto vencendo por 59 a 51.
O Brasil seguiu dando trabalho e até se aproximou algumas vezes, como quando Anderson Varejão marcou duas cestas seguidas para fazer 65 a 59. Mas LeBron seguia comandando a seleção americana, que chegou a abrir 14 pontos (75 a 61) antes de vencer por 80 a 69.