•  
     

Santos e Ganso não chegam a acordo, mas negociação segue

Ainda não foi desta vez que Santos e Paulo Henrique Ganso selaram um novo contrato. Na noite de terça-feira, o presidente Luis Alvaro Ribeiro se reuniu com o camisa 10 para oferecer uma proposta e parabenizar o meia pelo nascimento da filha Maria Victória. Mas um impasse quanto ao novo salário do jogador impediu o acordo. Mesmo assim, a negociação segue entre as partes.
Ganso é a segunda maior estrela do Santos, atrás apenas de Neymar, e recebe aproximadamente R$ 130 mil, um dos salários mais baixos entre os titulares do clube. Mesmo assim, o meia já disse que não tem pretensão de ganhar como o amigo atacante.
O Peixe oferece novo vínculo com vencimentos de R$ 350 mil e participação nos direitos de imagem do jogador, além de profissionais para ajudar a gerir a carreira do atleta, como já ocorre com Neymar. O meia, porém, não concorda e, pelo valor proposto, prefere manter o atual contrato, no qual é dono único dos ganhos com a sua imagem.
- A negociação com o Ganso continua, está aberta. Tem contrato até 2015 e todos estão cumprindo. Estamos discutindo e não se chegou a uma conclusão. O presidente conversou com ele na terça, mas mais para parabenizar pelo nascimento da filha. Estamos fazendo tudo com tranquilidade - diz o vice-presidente Odílio Rodrigues.
Pela proposta santista, a multa de € 50 milhões e a vigência do contrato até fevereiro de 2015 permaneceriam iguais. Hoje, a DIS, empresa que gerencia a carreira do meia, tem 55% dos direitos econômicos do atleta, enquanto o Peixe possui os 45% restantes. A "novela" para acertar um novo acordo já se arrasta desde agosto de 2010, quando o jogador rompeu os ligamentos do joelho esquerdo e Neymar renovou com o Alvinegro.
Após o enorme esforço feito para retornar bem antes do previsto para as semifinais da Libertadores contra o Corinthians, em função da artroscopia no joelho direito, Ganso faz trabalho de reforço muscular e readquire a forma física, prejudicada pela volta precoce. Depois de desfalcar o Alvinegro diante do Coritiba, é possível que o camisa 10 enfrente a Portuguesa, neste domingo, às 16h, no Canindé, pelo Brasileirão.
Anexos
ganso-entrevista_marcelohazan-1462.jpg
ganso-entrevista_marcelohazan-1462.jpg (15.17 KiB) Visto 77 vezes