•  
     

Review: Just Dance 2014 traz mudanças pontuais para melhorar jogabilidade

O Just Dance 2014 é o mais novo título da franquia de games de dança produzida pela Ubisoft. Disponível para PS3, PS4, Wii, Wii U, Xbox 360 e Xbox One, o game traz mais de 40 músicas com coreografias animadas e algumas novidades que podem agradar os fãs que queiram sair da mesmice. Confira o review abaixo.

Imagem


Jogabilidade e Coreografias

O Connect Games Brasil testou o jogo em um Xbox 360. O game está totalmente em português e os fãs brasileiros ganharam atenção especial: a música “Dançando”, de Ivete Sangalo, está presente no jogo e ganhou uma coreografia frenética e um tanto repetitiva (assim como a letra da música). Apesar de ter tentado conquistar o público nacional, a dança lembra outros tipos de ritmos latina, como rumba, e não remete ao axé.

A seleção de músicas, como sempre, varia entre as canções que estão em alta no momento e clássicos. Tem para todos os gostos. Há músicas da Katy Perry, One Direction, Lady Gaga, mas também Ricky Martin, com “Maria”; Village People e YMCA; a canção tema do filme “Flash Dance”, “What a feeling” (é preciso ser uma dançarina como a protagonista do longa para acompanhar os rodopios e passos dessa coreografia); e até mesmo do desenho animado “Aladdin”, “Prince Ali” (que tem uma dança meio repetitiva e monótona).

Imagem


As coreografias frenéticas e loucas não ficaram de fora desta edição do Just Dance. Ponto para a música “Gentleman”, do sul-coreano Psy, que entrou na versão 4 do game com “Gangnam Style”. A dança tem direito a muitos chutes e pulos e até tapas no bumbum. A coreografia é muito cansativa e é bem engraçado assistir os amigos tentando repetir os passos. As danças a dois continuam neste game e também podem render boas gargalhadas, principalmente ao revê-las através do recurso “Autodance”, que filma trechos de todas as performances e os exibe ao final de cada uma delas.

Gráficos

O visual com cores vivas permanece em Just Dance 2014, mas a interface ganhou algumas mudanças em relação ao Just Dance 4, bem como seus comandos. O dedo indicador apontado, que indicava que devíamos “apertar” a tela, foi substituído por um comando de mão aberta. Ele é definitivamente mais fácil de ser usado, mas é importante ficar sempre com as mãos abertas e com o cotovelo posicionado um pouco atrás do tronco para que o game leia os gestos com precisão.

Imagem


Além disso, o menu de músicas deixou de ser uma roleta constante, o que para usuários iniciantes podia ser difícil de controlar. Agora, é necessário posicionar a mão sobre uma seta para visualizar as quatro músicas seguintes. Após dominar o comando de gestos, essa maneira de ver as canções disponíveis se mostra bem mais fácil do que a da versão anterior.

Modos de Jogo

Outra novidade do game é o modo “Karaokê”. Nele, o jogador tem o desafio de cantar e dançar, seguindo a letra da música disposta na tela. O game só vem com uma canção desbloqueada, “I kissed a girl”, de Katy Parry. Dançando outras músicas, o usuário ganha moedas para desbloquear as demais canções para brincar nesse modo. A ideia é bem legal, mas se a pessoa não conhecer bem a música pode acabar se perdendo, porque é necessário ler a letra e fazer a coreografia ao mesmo tempo. Apenas um jogador canta, apesar de poder ser acompanhado por outras três pessoas na coreografia. Além disso, é preciso ter um bom preparo físico, porque cantar e dançar não é uma tarefa fácil.

Imagem


A opção “World dance floor” busca tornar o jogo mais “social”. Através dela, é possível dançar e competir com jogadores do mundo todo. Todos os usuários seguem uma mesma lista de canções e dançam as mesmas músicas ao mesmo tempo. A função, no entanto, só funciona para quem tem acesso à Internet no console. Outro recurso que busca tornar o game ainda mais interativo é o “Just Dance TV”, que permite ainda compartilhar vídeos gravados de suas apresentações no “Autodance” e visualizar os “micos” de outros jogadores.

O modo Just Sweat, voltado para quem quer perder peso com o jogo, permance nesta versão. Apesar de as coreografias frenéticas dos demais modos já cansarem bastante, este recurso apresenta uma interface criada especialmente para esse propósito, com contador de calorias e cronômetro.

Conclusão

Imagem


O Just Dance 2014 ganhou algumas novidades que podem animar os fãs da franquia. A opção Karokê pode animar alguns, mas também é capaz de acanhar aqueles que não gostam muito de soltar a voz. A ideia de tornar o game mais “social” é boa, mas só pode ser usada por quem tem acesso à Internet no console.

As mudanças nos gestuais de comando também devem facilitar a vida dos usuários, principalmente os novatos. As músicas, que variam de Justin Bieber a Ivete Sangalo, passando por Bob Marley, prometem agradar a todos. As coreografias, em geral, são muito rápidas, bem variadas e intensas, mesmo nos níveis mais fáceis, e podem acabar intimidando jogadores novos. Games como “Dance Central” talvez sejam os mais indicados para esses. No entanto, se o usuário não tiver vergonha e quiser se divertir, vale muito a pena adquirir o Just Dance 2014.

Saiba mais em : Connect Games Brasil

Material de : Connect Games Brasil