•  
     

Queda de avião deixa 15 mortos no Nepal

Imagem

Pelo menos 15 pessoas morreram nesta segunda-feira (14) e outras seis ficaram feridas na queda de um avião nas montanhas do norte do Nepal, informou uma fonte do controle aéreo do país.

A aeronave, pertencente à companhia local Agni Air, caiu às 9h45 (horário local, 1h de Brasília) nas proximidades do aeroporto de Jomsom, distrito de Mustang, para onde se dirigia desde a cidade de Pokhara, no Himalaia.

O avião transportava três tripulantes e 18 passageiros, dos quais, disse o controlador aéreo Mahesh Shrestha, 16 são indianos que se dirigiam para Muktinath, um popular centro de peregrinação para fiéis do budismo e do hinduísmo.

Uma equipe do Exército do Nepal, que resgatou com vida oito pessoas, se deslocou para o local do acidente.

Bimalesh Lal Karna, membro do Comitê de Coordenação do Resgate no aeroporto de Katmandu, afirmou que o avião sofreu um problema técnico quando pretendia aterrissar em Jomsom, o que fez os pilotos optarem por voltar a Pokhara.

Segundo ele, os sobreviventes são uma comissária de bordo nepalesa, dois cidadãos dinamarqueses e três indianos, entre os quais há duas crianças de seis e nove anos de idade.

O terceiro sobrevivente indiano é um adulto que se encontra em estado crítico de saúde na unidade de terapia intensiva do hospital de Pokhara, de acordo com uma fonte do centro médico.

O aeroporto de Jomsom é considerado um dos mais perigosos do mundo, pois fica localizado a mais de 2.600 mil metros de altura e é rodeado de montanhas.
 
nussa credoo