•  
     

Ponte conta com falhas de Julio Cesar, elimina o Corinthians e vai à semi do Paulistão

ImagemCorinthians 2x3 Ponte PretaImagem

De nada adiantou ao Corinthians fazer a melhor campanha da 1ª fase. A Ponte Preta armou retranca neste domingo, explorou os contragolpes e contou com duas falhas do goleiro Julio Cesar para sair do Pacaembu classificado para semifinal. O time campineiro venceu o Corinthians por 3 a 2 e vai fazer na próxima fase o derby contra o Guarani, que derrotou o Palmeiras por 3 a 2, em Campinas.


Eliminado no Estadual, o time do Parque São Jorge agora direciona suas atenções somente à Libertadores, torneio no qual tem compromisso no dia 2 de maio, contra o Emelec, no Equador, pelas oitavas.

Para o duelo contra a Ponte no Pacaembu, Tite utilizou praticamente a mesma formação que havia goleado o Deportivo Táchira, quarta, por 6 a 0. Apenas Chicão, lesionado, foi substituído por Marquinhos.

Ao contrário da apresentação vistosa no meio de semana, desta vez o Corinthians encarou um adversário com uma postura bem definida em campo: recuperar a bola na defesa e contra-atacar com rapidez.

Imagem

A Ponte abriu o marcador aos 12 min da etapa inicial após falha grotesca de Julio Cesar. O goleiro deixou passar por debaixo do corpo a bola chutada sem força pelo zagueiro William Magrão, em cobrança de falta de longa distância.

O Corinthians tinha maior posse de bola, mas não encontrava espaço para finalizar a gol. A Ponte Preta depois do gol reforçou a estratégia de atacar no contragolpe. Apenas o atacante Roger ficava no campo corintiano à espera de roubada de bola.

O excesso de defensores da Ponte bloqueava as ações ofensivas do Corinthians. Em contra-ataques rápidos articulados por Renato Cajá, a Ponte perdeu duas boas chances de fazer 2 a 0. Superior em campo, o clube de Campinas aumentou a vantagem no placar com Roger, aos 34 min, aproveitando cruzamento de Uendel da esquerda.

Perdendo por 2 a 0 com 34 minutos, o Corinthians foi para cima de forma desordenada. Não havia tabelas ou infiltrações. O time do Parque São Jorge seguia na base do desespero, mas era a Ponte quem chegava com maior perigo.

O Corinthians tinha posse de bola. A Ponte Preta tinha objetividade. O terceiro gol do clube de Campinas quase ocorreu com Roger no fim do primeiro tempo.

O drama corintiano aumentava à medida que os minutos se passavam no segundo tempo. A marcação eficaz da Ponte inibia qualquer tentativa de reação corintiana. Tite colocou Douglas e Alex após o intervalo nas vagas de Danilo e Jorge Henrique. Mas não houve evolução ofensiva. Aos 18 min foi a vez de Willian entrar em campo, no lugar de Marquinhos.

Com o Corinthians indo para frente com até nove jogadores, a Ponte respondia golpeando com três no ataque contra dois corintianos, mas desperdiçava chances de fazer 3 a 0 e sacramentar a classificação.

Na pressão, o Corinthians marcou com Willian, aos 29 min da etapa final, em chute cruzeiro rasteiro. Os jogadores da Ponte partiram para cima do árbitro Rodrigo Braguetto reclamando que Renato Cajá estava caído em campo no momento do gol. O técnico Gilson Kleina acabou sendo expulso.

A Ponte tratou de segurar a bola e valorizar cada segundo, à espera do apito final. Liedson obrigou Bruno Fuso a fazer boa defesa, aos 42 min do 2º tempo.

Em mais um contragolpe, a Ponte fez o seu terceiro gol na partida, com Rodrigo Pimpão. Ele chutou na saída atabalhoada de Julio Cesar, fazendo 3 a 1. Logo na saída de bola, o Corinthians voltou a sonha com a semi. Alex marcou. Castan virou atacante, mas não impediu a derrota para a Ponte.

Joinha ?

Fonte
 
AEEE ponteeee
agora a ponte vai
perde
do
SAO PUALO
 
L.u.a.n^ Escreveu:AEEE ponteeee
agora a ponte vai
perde
do
SAO PUALO


Ponte tem que perder do SÃO PAULO na copa do brasil eo são paulo ganhar do santos no paulista \õ