•  
     

os 10 Filmes mais premiados com Oscar

Imagem

Aproveitando a onda de comentários feitos a respeito da 83° edição do Oscar, que rolou no último domingo (27 de fevereiro), o top 10 dessa semana vai revelar quais foram os filmes mais premiados com essa estatueta. Como há diversos longas que levaram o mesmo número de prêmios, levaremos em consideração o ano de lançamento do filme.

10. Sindicato de ladrões (1954): 8 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Elia Kazan), Melhor Direção de Arte, Melhor Ator (Marlon Brando), Melhor Atriz Coadjuvante (Eva Marie Saint), Melhor Roteiro, Melhor Fotografia e Melhor Edição.


Esse é o longa que deu ao ator Marlon Brando seu primeiro Oscar, ao interpretar um boxeador (ele viria a ganhar o prêmio novamente em 1972, em O Poderoso Chefão).

9. A um passo da eternidade (1953): 8 estatuetas

Melhor Filme, Melhor Direção (Fred Zinnemann), Melhor Ator Coadjuvante (Frank Sinatra), Melhor Atriz Coadjuvante (Donna Reed), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia, Melhor Som e Melhor Edição.



O filme que levou 8 estatuetas do Oscar teve uma refilmagem para a TV americana em formato de minissérie. Uma anotação curiosa de metalinguagem a respeito desse longa: o ator Eli Wallach tinha aceitado o papel de “Angelo Maggio”, mas mudou de ideia por ter preferido atuar na peça teatral da Broadway Camino Real, produzida por Elia Kazan. O filme O Poderoso Chefão (1972) explora a história, mostrando que na verdade o ator teria sido “convencido” pela máfiaa desistir do papel, para que Frank Sinatra pudesse interpretá-lo em seu lugar, pois na época o cantor estava em baixa.

8. E o vento levou (1939): 8 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Victor Fleming), Melhor Direção de Arte, Melhor Atriz Coadjuvante (Hattie McDaniel), Melhor Atriz (Vivien Leigh), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia e Melhor Montagem.


Na realidade, o filme levou 10 estatuetas no Oscar de 1940. Ocorre que duas delas foram de prêmios especiais e não serão contabilizados na nossa contagem por não existirem em todas as edições da premiação. Esses dois prêmios inéditos devem-se ao fato de o longa ser pioneiro em diversas tecnologias de imagem: o Oscar Técnico foi oferecido pelo pioneirismo na utilização de equipamentos coordenados e o Oscar Honorário, pelo desempenho no uso de cores para valorização do humor dramático.

7. O paciente inglês (1997): 9 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Anthony Minghella), Melhor Direção de Arte, Melhor Atriz Coadjuvante (Juliette Binoche), Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora e Melhor Mixagem de Som.


Esse filme, que levou 9 estatuetas, é baseado no romance homônimo de Michael Ondaatje. A atriz Kristin Scott Thomas foi escalada após ter enviado uma cartinha ao diretor Anthony Minghella na qual lia-se “Eu sou ‘K’ no seu filme”, uma referência à sua personagem Katharine no livro de Michael Ondaatje: “Eu sou ‘K’ no seu livro?”. Criatividade leva a gente longe.

6. O último imperador (1987): 9 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Bernardo Bertolucci), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Melhor Fotografia e Melhor Som.


O filme, que ganhou o prêmio em todas as 9 categorias ao qual foi indicado, é uma biografia de Aisin-Gioro Pu Yi, o último imperador da China Imperial. Talvez por isso tenha sido o primeiro longa a ter autorização do governo da China para filmar na Cidade Proibida.

5. Gigi (1958): 9 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Vincente Minnelli), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Melhor Fotografia e Melhor Canção Original.


Gigi, que levou 9 estatuetas, é uma comédia romântica musical. Curiosidade totalmente irrelevante: o filme entrou no Guinness Book em 2008, como menor nome original de um filme que ganhou o Oscar.

4. Amor, sublime amor (1961): 10 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Robert Wise), Melhor Direção de Arte, Melhor Atriz Coadjuvante (Rita Moreno), Melhor Ator Coadjuvante (George Chakiris), Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora e Melhor Som.


O musical dramático que levou 10 estatuetas é, na realidade, a adaptação de um número da Broadway e ocupa a segunda posição da Lista dos Maiores Musicais Estadunidenses de Todos os Tempos, elaborada pelo American Film Institute (AFI). Como o filme conta a história das brigas entre gangues de rua, os produtores tentaram criar uma certa rixa entre os atores que interpretavam os grupos rivais: davam roteiros limpos e organizados e camarins perto das locações ao elenco dos Jets, enquanto o elenco dos Sharks ganhava roteiros sujos e confusos, além de camarins distantes dos sets de filmagem. Pelo jeito, a técnica deu certo.

3. O senhor dos anéis – O retorno do rei (2003): 11 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (Peter Jackson), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Melhor Mixagem de Som e Melhor Canção Original.


O filme que encerra a trilogia O Senhor doas Anéis ganhou todas as indicações que teve, levando 11 estatuetas. Ele também ocupa a sétima bilheteria da história do cinema: faturou US$ 1.390.530.963 (é muito algarismo em um só número).

2. Titanic (1997): 11 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (James Cameron), Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Melhor Mixagem de Som, Melhor Edição de Som e Melhor Canção Original.


Muita gente diz que Titanic não merecia levar todos os prêmios que ganhou (o filme possui 243 erros de sequência, imagem etc.). Mas, sejamos justos, a equipe deu duro: a água usada nas gravações estava realmente fria (já que o vapor da água quente embaçaria as lentes das câmeras) James Cameron passou 12 horas em um submarino para investigar os destroços do navio original e ainda teve que inventar uma câmera que suportasse a pressão sob 4.000 metros de profundidade do oceano, que foi usada para realizar as gravações do Titanic Original. Além disso, com o dinheiro gasto para a produção do filme e a construção da réplica do navio (200 milhões de dólares), dava para ter construído outro Titanic.

1. Ben-Hur (1959): 11 estatuetas


Melhor Filme, Melhor Direção (William Wyler), Melhor Direção de Arte, Melhor Ator (Charlton Heston), Melhor Ator Coadjuvante (Hugh Griffth), Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhores Efeitos Especiais, Melhor Montagem, Melhor Trilha Sonora e Melhor Som.


Apesar de ser a terceira adaptação da história para as telonas, essa versão ficou consagrada ao levar 11 estatuetas. O filme também foi uma tentativa bem-sucedida da Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) de sair da ameaça de falência. Uma outra curiosidade interessante a respeito de Ben-Hur é que foi utilizado um composto químico para azular a água usada no tanque para as cenas de guerra marítima. Ocorre que um figurante caiu no reservatório e ao sair estava totalmente azul. A MGM teve que pagar o salário para o ator por meses, até sua pele voltar ao normal.

Fonte
 
Umas 5 pesosas ja postaram isso -.-' pesquisa antes de postar uma coisa pra ver se nao tem uma igual!
 
Manero
 
so os ruim so
 
tudo ruin
 
ConN Escreveu:so os ruim so