•  
     

Ney Franco terá que mexer com brio dos atletas do São Paulo, diz analista

Comentarista Wagner Vilaron acredita que técnico terá como missão 'sacudir' os atletas do Tricolor Paulista para o restante da temporada 2012

Imagem


O clássico entre Palmeiras e São Paulo no domingo não marcou somente a primeira partida do Verdão após o título da Copa do Brasil, como também a estreia de Ney Franco no comando do Tricolor. A partida terminou empatada em 1 a 1 e para os analistas do “Troca de Passes” mostrou que o novo comandante terá que mexer com o brio dos jogadores do time paulista.
- Pelo que vimos aqui, mais do que tática e do que técnica, o Ney Franco vai ter que dar uma sacudida nos brios dos jogadores. A apatia dos jogadores do São Paulo foi o que mais chamou atenção – destacou o comentarista Wagner Vilaron.
Para Vilaron, esta partida serve de subsidio para que Ney Franco comece a armar o time do São Paulo da maneira de que gosta e, principalmente, ver como que o meio de campo da equipe funciona.
André Rizek concordou com Vilaron e destacou que o principal desafio do novo treinador será fazer com que o time renda o esperado dele nos últimos anos.
- O Ney Franco tem um grande desafio, que é fazer o time do São Paulo ser aquilo que todo mundo fala que ele é, mas não foi na prática ainda. Não era um jogo para o São Paulo tomar o baile que tomou do Palmeiras – concluiu Rizek.
O próximo jogo do São Paulo será contra o Vasco, vice-líder do campeonato, na próxima quarta-feira, 18, no estádio do Morumbi. A equipe está com 16 pontos, na quinta colocação.