•  
     

[Curiosidades] Mulheres Serial Killers Famosas !



6 - Maria Swanenburg (1839-1915)

Nacionalidade: Holandesa
Vítimas: 27

Imagem


Seu apelido ironicamente era "boa Mie"( traduzido do holandês “Goeie Mie”). Ela "cuidava" de crianças e adultos doentes. Sua técnica para cometer seus crimes era por envenenamento, usando arsênio. Ao todo, foram 27 vítimas entre 1880 e 1883. Seu plano de matar mais pessoas acabou quando ela tentou envenenar outros 50, usando o de sempre, com o mesmo método. Seus assassinatos eram motivados pelo dinheiro do seguro de vida que receberia das vítimas, de quem cuidava. Sua primeira vítima foi sua própria mãe, em 1880, no mesmo ano o seu pai. Maria foi presa quando tentava envenenar a família Groothuizen, em dezembro de 1883. Foi condenada à prisão perpétua, local onde morreu, aos 75 anos, em 11 de abril de 1915.


-------------------------------------------------------------------



5 – Jane Toppan (1854-1938)

Nacionalidade: Norte-Americana
Quantos matou: 31

Imagem


Nascida Honora Kelley, sua família já tinha um sério histórico de problemas mentais. Em 1901, ela confessou ter matado 31 pessoas. Conta-se que seu maior desejo era o de matar mais pessoas que qualquer homem ou mulher já pensou em matar. Começou suas atividades criminosas assim que iniciou um curso de enfermagem no Hospital de Cambridge, em 1885. Nessa época ela "apenas" experimentava morfina e atropina em porcos, a fim de ver o que essas substâncias seriam capazes de fazer aos seus sistemas nervosos. Além dos assassinatos, Jane também abusava sexualmente de pacientes à beira da morte, com a intenção de “ressuscitá-los”. Ela misturava uma combinação de drogas e os dopava; a seguir os deitava em uma cama e abraçava seus corpos enquanto eles morriam. Jane começou a envenenar em 1895, quando matou o dono da casa onde morava. Quatro anos depois, ela matou sua irmã de criação, Elizabeth, com uma dose de estricnina. Em 1901, Toppan mudou-se com seu irmão mais velho, Alden Davis, e sua família para cuidar dele após a morte de sua mulher, que foi outra vítima de Jane. Semanas depois, ela matou Davis e duas de suas filhas. Ela voltou então para sua cidade natal e começou a namorar o marido de Elizabeth. Jane matou a irmã dele e o envenenou. Como o assassinato não se consumou, ele a expulsou de casa. Nesta época, os membros sobreviventes da família de Alden Davis pediram um exame toxicológico no corpo de sua filha mais nova. O resultado obtido foi o de que ela havia sido envenenada, o que levou autoridades locais a prenderem Jane Toppen por assassinato. Ela foi julgada inocente por razões de insanidade mental e sentenciada a permanecer internada pelo resto da vida em um sanatório.


-------------------------------------------------------------------



4 - Vera Renczi (1903 - ?) Sem data exata

Nacionalidade: Romena
Quantos matou: 35

Imagem


Os amigos de infância de Vera Renczi diziam que ela possuía um desejo patológico por constante companhia masculina e era de natureza ciumenta e suspeita. Sua primeira vítima foi o seu marido, um comerciante mais rico e mais velho que ela, com quem teve um filho chamado Lorenzo. Ela começou a suspeitar que ele a traía, foi então que Vera Renczi pôs arsênico no jantar de seu marido e começou a dizer à família, amigos e vizinhos que fora abandonada com o filho. Após um ano, então ela alegou que havia ouvido que o marido morrera em uma acidente de automóvel. Pouco tempo depois do “acidente do marido”, Vera voltou a casar, agora com um homem mais jovem que ela mesma. Porém, a relação entre eles era “tumultuada” e ela insinuou novamente que seu marido estaria envolvido em casos extra-conjugais. Depois de poucos meses de casamento, Vera contou a familiares e amigos que seu marido a abandonara. Um ano depois, ela alegou ter recebido uma carta do marido, que dizia deixá-la para sempre. Ela nunca mais casou, mas continuou a se envolver com homens ricos casados e solteiros. Então Vera Renczi passou o resto da vida a iniciar relacionamentos, sugerir que era “traída” e “abandonada”. Depois que a mulher de um dos amantes de Vera Renczi o seguiu uma noite até a sua casa e o homem nunca retornara ao próprio lar, a polícia foi chamada para investigar seu desaparecimento. Ao chegar à adega da casa de Renczi, os policiais descobriram 32 caixões de zinco não-enterrados. Cada um continha um corpo de homem em variados estágios de decomposição. Vera foi presa e confessou haver envenenado os 32 homens com arsênico quando ela suspeitou que eles a trairiam ou que seus interesses nela estavam diminuindo. Ela também confessou ter assassinado os dois maridos e o filho Lorenzo. Ela contou a polícia que o filho veio lhe fazer uma visita, quando acidentalmente descobriu os caixões na adega e tentou chantageá-la. Consequentemente, ela o envenenou e desfez-se de seu corpo. Vera Renczi foi condenada à prisão perpétua pelos 35 assassinatos.


-------------------------------------------------------------------



3 - La Quintrala (Catalina de los Ríos y Lisperguer - 1604-1665)

Nacionalidade: Chilena
Quantos matou: mais de 40

Imagem


Catalina de Los Ríos foi uma aristocrática chilena do século XVII, proprietária de grandes lotes de terras. Possuía a alcunha “La Quintrala” devido ao seu cabelo vermelho. Durante o período colonial do Chile, ela ficou conhecida pela extrema crueldade que praticava contra seus inquilinos. La Quintrala foi acusada pelo assassinato de mais de 40 pessoas, o que fez dela um ícone do abuso e da opressão colonial. Sua figura ainda vive na cultura popular chilena, não só como o de exemplo máximo de mulher perversa e abusiva, mas também como da opressão do império espanhol.


-------------------------------------------------------------------



2 - Belle Gunness (1859-1908)

Nacionalidade: Norueguesa
Quantos matou: mais de 40

Imagem


Belle Sorenson Gunness, nascida Brynhild Paulsdatter Størseth, foi uma das mais famosas mulheres Serial Killer na história dos EUA. Suspeita-se que ela matou os maridos que teve e todos os seus filhos. Porém, ela é mais conhecida por ter matado todos os seus namorados e duas de suas filhas, Myrtle e Lucy. Tudo indica que grande parte das mortes eram ligadas a interesses financeiros, como benefícios de seguro de vida por morte e afins. Há suspeitas que ela tenha matado mais de 40 pessoas no decorrer de décadas.


-------------------------------------------------------------------



1 - Amy Archer-Gilligan (1873-1962)

Nacionalidade: Norte-Americana
Quantos matou: 48

Imagem


Amy Archer-Gilligan foi uma enfermeira, proprietária de uma casa de repouso. Inicialmente, ela matou 5 pessoas por envenenamento. Uma delas era seu segundo marido, Michael Gilligan, as demais eram pacientes. Estima-se que outras 43 pessoas tenham sido mortas por Amy, já que as mortes ocorreram em sua casa de repouso. Parentes dos pacientes acharam as mortes suspeitas – todas ocorridas em apenas 5 anos. Investigações foram feitas na casa e arsênico foi encontrado. A enfermeira alegou que o veneno havia sido usado para matar roedores, mas quando os corpos do segundo marido e dos clientes foram exumados, foi encontrada grande quantidade de arsênico. Amy foi presa em 1917 e condenada à prisão perpétua. Morreu na prisão em 1962, aos 89 anos.


-------------------------------------------------------------------


Fonte: Terror666
 
Para mim num momento a mais famosa é a mulher loirinha do Missão Impussivel

Assassina de aluguel paga por com diamantes
 
Pra mim é a Dona Valdete.
 
oloco
elas faziam uma faxina hein kkkkkk
 
É por isso que tem muito cara viando _____...
 
Pra mim tbm ela é mtu boa!
 
Iиƒэ¢†øя[BЯ] Escreveu:Pra mim é a Dona Valdete.


Ninguem ponhou mãe em conversa.

Eu não falo o nome da sua mãe errado e por que você vai fala o nome da minha errado?
 
Eu citei que é a sua mãe ?

ta se doendo porq..

Sua mãe nem se chama assim cone.