•  
     

Mulher leva multa por dirigir com o Google Glass

Enquanto guiava pelo estado da Califórnia, Cecilia Abade foi multada por dirigir visualizando um monitor de vídeo.

Imagem

Eis aqui uma bela pedra nos sapatos para a Google e o seu multifacetado Google Glass. Uma mulher foi recentemente multada na Califórnia por dirigir utilizando o aparato. No entanto, ocorre que, como não há uma lei especificamente orientada para um dispositivo sui generis com o Glass, Cecilia Abade foi autuada por “dirigir visualizando um monitor de vídeo”.

Trata-se da seguinte lei — cuja aplicabilidade, no caso, parece bastante controversa:

“Uma pessoa não deverá dirigir um veiculo motorizado caso um receptor de televisão, um monitor de vídeo, uma TV, uma tela de vídeo ou qualquer outra forma de exibição de conteúdo televisivo ou sinal de vídeo que exiba entretenimento ou aplicações de negócios opere e esteja localizado no veículo motorizado em ponto à frente do encosto do assento do motorista ou esteja visível para o motorista.” (V C Section 27602 Television)

Uma exceção prevista em lei?

Entretanto, conforme notou o site Phandroid, há uma lista de exceções, também previstas em lei. De fato, é permitido “um display visual utilizado para melhorar ou suplementar a visão do motorista adiante, atrás ou dos lados do veículo motorizado para o propósito de manobrar o veículo”.

Imagem

Conforme também destaca o referido site, embora seja ilegal digitar no celular ao dirigir em alguns estados dos EUA, não há punição prevista para olhar para o aparelho. Em teoria, isso tornaria necessário que se provasse que Cecilia assistia a algum vídeo enquanto portava o periférico — ou que se envolvia, no momento, em qualquer outra forma de entretenimento.

Fonte