•  
     

Mineiros espanhóis bloqueiam estradas em protesto contra cortes de subsídios

Imagem

Mineiros espanhóis bloquearam na manhã desta quinta-feira (24) duas rodovias na região das Astúrias, ao norte do país, para rejeitar a proposta do governo de reduzir em 64% as ajudas para o setor de carvão.

O ato faz parte de uma greve nacional de quatro dias planejada pelos sindicatos contra as sucessivas políticas de austeridade que vem sendo implementadas pelo Estado espanhol.

Representantes de oito mineradoras da região atearam fogo em barricadas de pneus impedindo o trânsito na região. As ações de hoje tiveram início na última quarta-feira (23), quando os grevistas impediram a circulação nas rodovias por uma hora e meia.

A Espanha reduziu este mês os incentivos para as mineradoras de R$ 768 milhões para R$ 281,6 milhões (300 milhões de euros para 110 milhões), como parte das medidas de austeridade aplicadas pelo país devido à crise econômica.

Confira também
Presidente do BCE pede "salto corajoso"

Aumenta gasto de brasileiro no exterior

Taxa de desemprego recua em abril
Os secretários gerais dos três principais sindicatos em Astúrias têm criticado duramente o governo do PP (Partido Popular), devido às políticas econômicas conservadoras. Os sindicalistas manifestaram em conjunto sua oposição aberta à redução de fundos defendidas pelo governo.

— Esta proposta liquida a mineração na Espanha e arrasta as regiões mineiras a um futuro muito incerto.

Este é o segundo de quatro dias de manifestações planejadas pelos sindicatos, que afirmam ter contado com a participação de 8.000 trabalhadores nas ações desta quinta- feira, segundo o diário espanhol El País.