•  
     

Mães e grávidas fazem marcha na Av. Paulista pela humanização do parto

Mães e grávidas fazem marcha na Av. Paulista pela humanização do parto
Grupo faz manifestação contra o alto número de cesarianas no Brasil.
Ato na manhã deste sábado (19) ocupou uma faixa da via.


Mães com crianças de colo, pais, gestantes e profissionais de saúde fizeram uma passeata na manhã deste sábado (19) contra o alto número de cesarianas no Brasil. O ato, que ocupou uma faixa da via, pretende chamar a atenção para a humanização do parto.
Como mostrou a reportagem do SPTV, 80% dos partos feitos em hospitais privados são cesarianas e esse índice chega a 40% na rede pública, sendo que o número aceito pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de apenas 15%. Segundo os manifestantes, muitos médicos fazem cesáreas por comodidade, o que acaba colocando em risco a vida da mãe e do bebê. O grupo defende também uma melhor remuneração para obstetras que fazem parto normal e a regulamentação de parteiras.


g1.globo