•  
     

[Noticia] Lula é internado em Sao Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi internado na tarde deste sábado (11) no Hospital Sírio-Libanês, na Bela Vista, região central de São Paulo. Lula foi diagnosticado com câncer na laringe em outubro do ano passado. O ex-presidente tem passado por sessões de radioterapia como parte do tratamento.
Segundo o médico Roberto Kalil Filho, que está cuidando do ex-presidente, exames realizados no decorrer da tarde mostraram sinais de desidratação e pigarro na garganta. Ele deve permanecer internado para tomar soro durante o final de semana.

Sem tumor
Kalil também disse que embora a tomografia realizada neste sábado não tenha sido feita com esse objetivo específico, o exame mostrou que não há mais tumor na região da laringe. Mas o médico lembrou que isso não significa que o ex-presidente esteja livre da doença. Só após cinco anos é possível afirmar se o paciente está curado ou não.

Boletim médico divulgado pelo hospital informa que Lula apresenta perda de apetite e fadiga. Após avaliação, foi constatada apenas presença de inflamação de mucosa da laringe e esôfago, decorrentes da radioterapia.
A equipe médica optou por internação hospitalar para observação e intensificação das medidas de suporte nutricional, fisioterápicas e fonoaudiológicas. O estado de saúde do ex-presidente é bom e não há alteração no plano de tratamento radioterápico.

Veja a íntegra do boletim

"O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva foi avaliado hoje, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com queixa de perda de apetite e fadiga.

Após avaliação, foi constatada apenas presença de inflamação de mucosa da laringe e esôfago, decorrentes da radioterapia.

A equipe médica optou por internação hospitalar para observação e intensificação das medidas de suporte nutricional, fisioterápicas e fonoaudiológicas.

O estado de saúde do ex-presidente é bom e não há alteração no plano de tratamento radioterápico.

A equipe médica que assiste o Sr. Lula é coordenada pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz e João Luís Fernandes da Silva."

Fonte: G1