•  
     

Jairo: 'No Barça, eles ligam meia-noite para ver se jogadores estão em casa'

Autor de carta polêmica no Fla, gerente de futebol rebate Ronaldinho e Joel e diz que clube precisa estabelecer manual de conduta para os atletas

Ronaldinho Gaúcho detonou, Joel Santana ironizou e alguns jogadores chegaram a fazer gaivotas - aviões de papel - com a carta que o gerente de futebol Jairo dos Santos apresentou ao grupo no fim do mês de março. A circular proposta pelo dirigente pedia, entre outras coisas, para que os atletas dormissem cedo. A ideia que provocou polêmica foi exclusiva de Jairo e continua viva na intenção do dirigente. E ainda mais forte. Nesta sexta-feira, ele chegou ao Ninho do Urubu após o treino da manhã. O dirigente não era visto no CT desde a véspera da semifinal da Taça Rio, disputada em 22 de abril, mas apareceu para rebater, com atraso, o técnico e o capitão do time. Jairo procurou os jornalistas para falar, entre outros assuntos, sobre a necessidade da criação de um manual de conduta.

- Mandei uma carta e não uma cartilha. Naquele momento não seria possível implantar o manual, estávamos em momentos decisivos e decidimos esperar. Ele deve demorar dois meses para ficar pronto. Tem que ter um regulamento interno. Disseram (Ronaldinho) que o Barcelona não tem, mas eles têm, sim. Todos os grandes clubes da Europa têm e vamos usá-los como base para fazer o nosso, definir as novas condutas dos jogadores. Todos devem participar, os principais jogadores do grupo, discutindo amplamente os temas. Precisamos definir as responsabilidades.

Imagem

Na época, Ronaldinho citou como exemplo o Barcelona, clube que o craque ajudou a trilhar caminho de sucesso ao longo da década passada.

- Acho que se precisasse de cartilha, o Barcelona não seria campeão de nada há dez anos. O Barcelona não tem cartilha de nada e é campeão há dez anos seguidos. Lá não tem concentração, nada, mas todo mundo é muito consciente do que tem que fazer. É hora de o futebol brasileiro evoluir cada vez mais por esse lado e deixar as coisas serem mais profissionais - disse R10, em entrevista entrevista ao canal de TV Fox Sports.

Mais de um mês depois, Jairo decidiu responder.

- Ele se enganou profundamente. Ela foi implantada no Barcelona em 2007, mas ele não precisa conhecer tudo e pode discutir com a gente. No Barcelona, quando não tem concentração, eles ligam para a casa dos jogadores entre 23h e meia-noite para ver se estão em casa. E ai de quem não estiver. É possível implantar isso no Flamengo, claro. Até porque é um manual de direitos e deveres. Não é só de obrigações. As pessoas precisam receber autoridade para ter responsabilidade sobre os resultados. Quem não cumprir, não continua.

Questionado se o clube poderia enquadrar Ronaldinho nas normas de conduta, apesar da dívida de R$ 5 milhões com o jogador referente a salários atrasados, o gerente de futebol disse que isso também será previsto pelo manual.

- O clube vai cumprir. Isso deve constar nos direitos do jogador.
Jairo dos Santos tem sido o responsável por realizar análises de jogadores que interessam ao clube. Segundo ele, até agora cerca de 30 atletas foram estudados. O Rubro-Negro contratou o lateral-direito Wellington Silva, ex-Resende, e aguarda a chegada do meia Ibson, que ainda defende o Santos. O volante Amaral, do Nova Iguaçu, está perto de um acerto.