•  
     

Gaúcho, Ganso, Marta, Robinho, Kaká: fichas dos craques do início no futsal

Depois de Ronaldo, Neymar e Adriano, Condeferação divulga documentos de mais feras do futebol de campo que começaram nas quadras


No início de setembro, a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) divulgou os documentos de inscrição nas federações estaduais de alguns jogadores, que se tornaram grandes craques do futebol brasileiro e mundial. Entre eles, Ronaldo Fenômeno, Neymar e Adriano. Agora, o baú do futsal se abriu novamente e outras fichas foram reveladas, mostrando que a quadra serviu e ainda serve como base para o começo de grandes carreiras. Você pode conferir o registro de Ronaldinho Gaúcho, Paulo Henrique Ganso, Robinho, Kaká, Juninho Pernambucano e outras feras.clique aqui :http://globoesporte.globo.com/eventos/futsal/fotos/2012/09/fotos-kaka-ronaldinho-veja-fichas-dos-craques-no-futsal.html

Imagem

A novidade desta vez é a presença das mulheres. Eleita a melhor jogadora do mundo por cinco anos consecutivos, Marta iniciou sua carreira no futsal. Assim como sua companheira de seleção brasileira, a atacante Cristiane. Ex-jogadora e ex-esposa de Ronaldo Fenômeno, Milene Domingues também teve seu registro revelado.
Em 1991, com apenas 11 anos, Ronaldo de Assis Moreira ainda não era o Ronaldinho Gaúcho, mas já driblava todo mundo pelo Asprocergs, do Rio Grande do Sul. O sorriso com os dentões à mostra na foto não deixa dúvidas, era o craque que brilharia por Grêmio, PSG, Barcelona, Milan, Flamengo e Atlético-MG. Sete anos depois, em 1998, Paulo Henrique Chagas de Lima, hoje o PH Ganso do São Paulo, era inscrito na Federaçao Paraense de Futsal pela Tuna Luso.
No mesmo ano em que Ronaldinho chegou à quadra no Sul, o goleiro Julio César também tinha sua carteirinha feita pela Federação do Rio de Janeiro para defender o Grajaú Country Club. E o ano não parou por aí, direto do Nordeste, Antônio Augusto Ribeiro Reis Junior foi cadastrado na Federação de Pernambuco. Hoje ele é ídolo da torcida do Vasco como o maestro Juninho Pernambucano. Outro que chegou às quadras em 1991 foi Kaká, já para defender o São Paulo, clube que o revelou para o mundo.

Imagem
Juninho Pernanbucano

Natural de Alagoas, Marta começou sua história no salão em 2002 pelo time mineiro da AABB, em Belo Horizonte. Já Cristiane, também da seleção brasileira feminina, foi cria do tradicional Juventus de São Paulo. Fera das embaixadinhas, Milene Domingues foi revelada no futsal em 1995.
Um dos poucos craques que continuam brilhando nas quadras - apesar de ter tido uma passagem pelos gramados - é Alessandro Rosa Vieira. Você pode não estar reconhecendo o nome, mas o apelido não deixa dúvidas: Falcão, o maior jogador de futsal de todos os tempos. O craque foi mais um que começou a carreira em 1991, pelo C. C. A. A. Guapira, de São Paulo.