•  
     

Flor possui toxinas capazes de matar um animal com cerca de 40 toneladas

No Alasca, caçar baleias é algo comumente realizado por alguns aldeões. E, na captura desses animais relativamente grandes, uma pequena flor chama a atenção por ser uma peça chave: a Aconitum delphinifolium, também conhecida como Larkspur monkshood, é utilizada pelos caçadores para matar baleias que pesam várias toneladas — como é o caso da baleia jubarte.

Segundo o site iO9, para realizar a “pesca”, é parte do ritual dos baleeiros misturar as toxinas da flor com gordura humana e aplicar essa combinação nas lanças. Caso as armas não consigam matar a baleia na hora, o veneno da Larkspur monkshood vai realizar o trabalho em alguns dias e o animal morto será levado pela maré para a terra.

Já na China, as toxinas da flor são utilizadas por guerreiros que veem nela uma arma biológica poderosa, revestindo as pontas das flechas com o veneno. No entanto, independente do lugar que esteja, essa pequena flor azul é a prova de que as aparências realmente podem enganar.

TecMundo