•  
     

Facebook faz seus usuários de reféns, afirma CEO do Google

Apesar de o Facebook atualmente ser a rede social mais popular do planeta, há quem se oponha de maneira contundente a algumas de suas práticas. Entre os críticos do site está Larry Page, CEO da Google, que afirma que o site está “usando seus usuários como reféns”, ao não oferecer opções suficientes para que eles exportem seus dados.

As críticas foram feitas durante o programa Charlie Rose Show, no qual Page declarou que pensa que é muito ruim o fato de que o Facebook se mantém bastante restrito quanto aos dados que compartilha. Ele afirma que, ao contrário do que acontece no Google, são poucas as chances de que uma postura de abertura seja adotada em breve.

“Digamos, da perspectiva de um usuário... Estou me juntando ao Facebook e quero meus contatos. Para o Google, tudo bem, você pode obtê-los lá. O problema é que o Facebook diz que o Google não pode fazer o processo reverso”, afirmou o CEO da empresa. “Os usuários não entendem o que eles estão fazendo. Podem-se adicionar dados, mas não retirá-los. Por isso, só vamos participar do jogo caso eles atuem forma recíproca. Ainda estamos esperando que isso aconteça”, complementa.

Page afirma que a desculpa pública dada pelo Facebook para não compartilhar seus dados envolve privacidade de seus usuários. Porém, segundo ele isso não é exatamente verdade, já que a rede social compartilha informações com o Yahoo! sem qualquer uma das restrições impostas à Google.

Tecmundo