•  
     

CPTM recebe autorização para obra de linha até Aeroporto de Cumbica

CPTM recebe autorização para obra de linha até Aeroporto de Cumbica
Trem até o aeroporto deve entrar em operação em 2015.
Investimentos na extensão das linhas 9 e 13 somam R$ 2,8 bilhões.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou a autorização para obras em duas linhas nesta segunda-feira (23). Uma delas deve beneficiar 120 mil usuários por dia e oferecerá opção de acesso ao Aeroporto de Cumbica pela tarifa básica do sistema, que hoje é de R$ 3.
Os dois empreendimentos autorizados pelo governador terão investimentos de R$ 2,8 bilhões e devem entrar em operação em 2015.
Ainda no evento realizado na estação Palmeiras-Barra Funda, Alckmin entregou seis novos trens para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).
saiba mais
CPTM cancela Expresso Guarulhos e esticará Linha 13 até aeroporto
Governo diz que Linha 13 da CPTM irá além do aeroporto de Guarulhos
Contratos com empresas suspeitas de cartel estão mantidos, diz CPTM
Trem para Cumbica
A conexão com o aeroporto será através da Linha 13-Jade, que ligará a estação Engenheiro Goulart da Linha 12- Safira, na Zona Leste da capital paulista, ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. "Com a Linha 13-Jade, nós completaremos 12 linhas, cinco de Metrô e sete de CPTM", afirmou Alckmin.
A Linha 13-Jade terá 12 km de extensão, saindo da estação Engenheiro Goulart da Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana), em direção a Guarulhos. O projeto prevê a construção de uma nova estação em Engenheiro Goulart e de duas novas estações: Guarulhos-Cecap e Aeroporto Internacional de Guarulhos.
"Metade dela vai ser elevada, porque passa sobre o Parque Ecológico, sobre o Rio Tietê, sobre a Ayrton Senna e sobre a Dutra", comentou Alckmin.
De acordo com o governo do estado, as obras foram contratadas por R$ 1,1 bilhão e serão executadas pelos consórcios HFTS Jade e CST Linha 13-Jade. Já o investimento total estimado para implantação da nova linha é de R$ 2,1 bilhões.
O governador explicou que já há conversas com a concessionária que administra o aeroporto para oferecer um sistema que interligará a estação ao terminal. "A pessoa desce do trem, se for a um terminal um pouco mais distante toma o "people mover" (espécie de trem local), como tem nas estações do mundo todo, mais modernas do mundo todo, sem pagar nada e chega dentro do seu terminal. Seja terminal interno ou terminal pra voo internacional", afirmou Alckmin.
Linha 9 até Varginha
O governador também autorizou o início das obras de extensão da Linha 9-Esmeralda, integrada ao Metrô, até Varginha, na Zona Sul. Atualmente, a Linha 9-Esmeralda liga Osasco, cidade vizinha a São Paulo, ao bairro do Grajaú, na Zona Sul e conta com integração com o Metrô nas estações Santo Amaro (Linha 5-Lilás) e com a Linha 8-Diamante, da CPTM, nas estações Osasco e Presidente Altino.
Com a ampliação de mais 4,5 km, levará o trem até Varginha, no extremo sul da capital. Quando estiver pronta, a linha terá mais duas estações: Mendes e Varginha, por onde deverão passar 110 mil usuários por dia. A obra foi contratada por R$ 274 milhões e será executada pelos consórcios THS Esmeralda e TSC Linha 9-Esmeralda. O valor do investimento total para o empreendimento está estimado em cerca de R$ 633 milhões.

Operação em 2015
O governo estadual prevê que a Linha-13 entrará em operação em 2015 e deverá beneficiar, inicialmente, 120 mil usuários por dia. O valor da tarifa será de R$ 3. As obras foram contratadas por R$ 1,1 bilhão. Os consórcios que executarão o serviço são HFTS Jade e CST Linha 13-Jade. O investimento total estimado para implantação da nova linha é de R$ 2,1 bilhões. O projeto conta com financiamento internacional no valor de 550 milhões de euros, obtido junto à Agência de Desenvolvimento Francesa (AFD).
Alckmin também entregou os seis últimos trens da série 8000 para a Linha 8-Diamante, completando o lote de 36 trens fabricados pela CAF, em Hortolândia (SP) e adquiridos por meio de Parceria Público Privada (PPP). Esses trens fazem parte dos 105 adquiridos para a CPTM, desde 2006, totalizando 96 novas composições em operação.

g1.globo
 
Finalmente !.
 
Matheus Master Escreveu:Finalmente !.



neeee
 
putz! muito louco!