•  
     

Como é escolhido o nome do Papa

Entenda por que os Papas mudam de nome para exercer o pontificado.

Estamos vivenciando um momento histórico: o conclave para a escolha de um novo Papa. O cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio escolheu Francisco I como seu nome Papal, mas você sabe por que os Papas deixam de lado o seu nome de batismo quando assumem o posto de líder da Igreja Católica?

Durante muitos séculos, os Papas eleitos utilizavam os seus nomes de batismo. Porém, isso mudou no ano de 533, com a eleição de Mercúrio. Como não ficaria bem para o representante da Igreja Católica utilizar o nome de um deus pagão, ele optou por mudar o seu nome e decretou que, durante o seu papado, seria chamado de João II.

Esse costume passou a ser utilizado pelos seus sucessores, e quase todos os Papas mudam o seu nome desde o século X, sendo que o último a utilizar o nome de batismo durante o pontificado foi Marcelo II, no ano de 1555.

Imagem

O nome geralmente é uma homenagem aos apóstolos ou até mesmo a outros Papas. Além disso, também pode indicar a linha e as atitudes políticas do pontificado. O Papa eleito hoje, o cardeal Jorge Mario Bergoglio, passa a ser conhecido como Francisco I, inaugurando um novo nome na lista.

Assim que o pontífice é eleito e aceita a nomeação, o Decano do Colégio dos Cardeais pergunta: “Com que nome você quer ser chamado?”, e o novo Papa responde com o nome escolhido. Em seguida, o Decano aparece na sacada da Basílica de São Pedro para proclamar o nome do novo Papa.

O nome mais utilizado até hoje foi João: ao todo, 23 Papas escolheram esse nome para representar a Igreja Católica no mundo. Francisco foi utilizado pela primeira vez pelo novo Papa e nenhum pontífice escolheu o nome Pedro II, em respeito a São Pedro, o apóstolo, mesmo que isso não seja proibido pela Igreja.

Veja a lista com os 10 nomes mais utilizados pelos Papas desde o início da Igreja Católica:
> João - 23 vezes;
> Gregório - 16 vezes;
> Bento - 16 vezes;
> Clemente - 14 vezes;
> Inocêncio - 13 vezes;
> Leão - 13 vezes;
> Pio - 12 vezes;
> Estêvão - 9 vezes;
> Bonifácio - 9 vezes;
> Urbano - 8 vezes.

Fonte: http://www.npr.org/blogs/thetwo-way/201 ... hange-them
http://g1.globo.com/mundo/renuncia-suce ... -papa.html
 
Eu tava vendo isso aqui no Jornall, gente pakass pra ver o papa mano.