•  
     

COM DOIS A MENOS, SÃO PAULO VENCE E DEIXA BAHIA PERTO DA ZONA DA DEGOLA

COM DOIS A MENOS, SÃO PAULO VENCE E DEIXA BAHIA PERTO DA ZONA DA DEGOLA
Aloísio marca no primeiro tempo e garante 1 a 0. Denílson e Maicon são expulsos, mas paulistas seguram pressão na base da raça

Para o atual time do São Paulo, vencer é o que importa. Com dois a menos, um gol mal anulado e uma disposição exemplar, o time de Muricy Ramalho vai valorizar demais a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, neste domingo, na Fonte Nova, pela 30ª rodada do Brasileirão. Após um bom primeiro tempo e um gol de Aloísio, o São Paulo teve Denílson e Maicon expulsos e segurou o resultado na base da raça, do coração, de quem não quer saber de Série B. A união no fim do jogo, o "Aqui é trabalho" de Muricy e o choro de Rogério Ceni (de dor, por causa de uma pancada nas costas) representam o espírito do "novo" São Paulo.
- Psicologicamente, foi uma vitória importante. O time jogou com alma. É o exemplo que levamos desse jogo - afirmou Ceni na saída do gramado.
A vitória também tem valor maior pelo fato de ser um confronto direto na luta contra o rebaixamento. A equipe de Muricy foi aos 40 pontos, respirou um pouco mais e deixou o Bahia no sufoco, com apenas 36.


Os comandados de Cristóvão Borges ensaiaram uma pressão no fim do jogo, mas não conseguiram superar o rival. Os mais de 24 mil torcedores que foram à Fonte Nova saíram desapontados e vaiaram a equipe baiana. Em minoria também nas arquibancadas, os são-paulinos gritaram "time de guerreiros". Merecido.
O São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 16h (horário de Brasília), quando enfrenta o Internacional, em Caxias do Sul. No mesmo dia e horário, o Bahia recebe o Atlético-PR na Fonte Nova.


g1.gloobo