•  
     

[Vídeo] Cavadinha Fail!

A cavadinha nasceu em 1976, quando o tcheco Antonín Panenka surpreendeu o mundo na final da Eurocopa, contra a Alemanha Ocidental. Na disputa de pênaltis, o meia deixou o lendário goleiro Sepp Maier sem ação e deu o caneco para a Tchecoslováquia. Nascia a batida de pênalti "À Panenka" ou "Panenka". No Brasil, virou cavadinha e foi muito usada por Djalminha nos anos 1990. Zidane e Loco Abreu tiveram frieza e coragem de baterem com cavadinha em Copa do Mundo! Mas o lance é para poucos. Que o diga Maicosuel, ex-Botafogo, que tirou a Udinese da Liga dos Campeões da Europa, com uma cavadinha muito mal executada.

Relembre outras cavadinhas recentes que não deram certo!

Léo Rocha, do Treze-PB

Adversário: Botafogo

Torneio: Copa do Brasil de 2012

Resultado: O empate por 1 a 1 nos dois jogos levou a disputa para os pênaltis. O erro de Léo Rocha desclassificou o Treze-PB do torneio. Dias depois, o jogador foi dispensado pelo clube, que alegou prejuízo de R$ 1,5 milhão por causa da eliminação .



Neymar, do Santos

Adversário: Vitória-BA

Torneio: Copa do Brasil de 2010

Resultado: O craque santista tentou a cavadinha no primeiro jogo da final da competição nacional no momento em que o Peixe vencia por 1 a 0. Apesar do erro, o time paulista venceu por 2 a 0, foi derrotado por 2 a 1 na Bahia, e ficou com o título.



Rogério Ceni, do São Paulo

Adversário: Santa Cruz

Torneio: Copa do Brasil de 2011

Resultado: Depois de derrota em Pernambuco por 1 a 0, o São Paulo precisava vencer por dois gols para passar de fase. O Tricolor fez 1 a 0 no começo e o goleiro são-paulino podia garantir a classificação no fim da primeira etapa. Mas desperdiçou o penal com a cavadinha, defendida pelo goleiro Tiago Cardoso. No fim da partida, Ilsinho fez 2 a 0 e limpou a barra de Ceni.

[video] Rogério Ceni, do São Paulo

Adversário: Santa Cruz

Torneio: Copa do Brasil de 2011

Resultado: Depois de derrota em Pernambuco por 1 a 0, o São Paulo precisava vencer por dois gols para passar de fase. O Tricolor fez 1 a 0 no começo e o goleiro são-paulino podia garantir a classificação no fim da primeira etapa. Mas desperdiçou o penal com a cavadinha, defendida pelo goleiro Tiago Cardoso. No fim da partida, Ilsinho fez 2 a 0 e limpou a barra de Ceni. [video] Rogério Ceni, do São Paulo

Adversário: Santa Cruz

Torneio: Copa do Brasil de 2011

Resultado: Depois de derrota em Pernambuco por 1 a 0, o São Paulo precisava vencer por dois gols para passar de fase. O Tricolor fez 1 a 0 no começo e o goleiro são-paulino podia garantir a classificação no fim da primeira etapa. Mas desperdiçou o penal com a cavadinha, defendida pelo goleiro Tiago Cardoso. No fim da partida, Ilsinho fez 2 a 0 e limpou a barra de Ceni.

 
Mais a do Neymar Foi a Mais Sem Graça;