•  
     

[UFC On Fuel 4] Brasileiros vencem três; Weidman detona Muñoz e pede chance contra Anderson

Se em uma primeira olhada a programação do UFC on Fuel 4 parecia morna, na prática o evento até que superou expectativas. Dos brasileiros em ação, Rafael Assunção, Marcelo Magrão e Rafael dos Anjos venceram os compromissos. O único revés nacional da noite ficou por conta de Rafael Sapo Natal.

Com a vitória, Chris Weidman atesta a nona vitória consecutiva da carreira, e agora entra pra valer na fila para encarar o campeão absoluto da faixa de peso há seis anos.Na luta principal, os médios Mark Muñoz e Chris Weidman travaram batalha contundente.

Sem tempo para estudos, o norte-americano levou para o solo e amassou o filipino o tempo todo do primeiro assalto. Na etapa seguinte, com ambos em pé Weidman aproveitou ______ e executou forte cotovelada na testa de Muñoz, que desabou. O castigo seguiu e o árbitro teve de interromper.

"Quero encarar Anderson Silva. Acho que vou conseguir bom desempenho. É só me dar a chance", disse Weidman, logo após o combate.

Cerebral - Rafael dos Anjos começou confiante contra o nigeriano Antony Njokuani no card principal. Com intenção clara de encurtar a distância para amenizar a diferença de envergadura (1,82 para 1,70m), o brasileiro logo acertou bom direto de esquerda que desequilibrou o adversário.

No começo da segunda parcial, Njokuani equiparou ações. Mas no fim o atleta carioca conseguiu boas quedas e terminou novamente em vantagem. Na última etapa, Rafael abusou da movimentação, atestou ataques e quedas que lhe garantiram a justa vitória nos pontos.

Indigesto - Rafael Sapo Natal enfrentou Andrew Craig em luta surpreendente. Após primeiro round equilibrado e com muita iniciativa do lutador mineiro, a segunda parcial teve momentos distintos: logo no início do segundo assalto, o brasileiro acertou saraivadas de cruzados que mandaram o adversário ao chão duas vezes.

Craig demonstrou forte instinto de sobrevivência e aguentou firme. até o fim. Aí veio a virada: o atleta do Tio Sam aproveitou ______ na guarda de Sapo e acertou perfeito chute circular de direita que acertou em cheio o queixo. Nocaute!

Letal - Raphael Assunção começou na pressão sobre o japonês Isei Tamura. Preso quase exclusivamente aos contragolpes, o asiático fez frente ao padrão ofensivo do brasileiro nos primeiros cinco minutos.

Na segunda parcial, porém, Assunção acertou cruzado de esquerda certeiro no queixo do adversário e seguiu o castigo no solo, ate o juiz decretar o nocaute técnico.

Debut - Campeão do Jungle Fight, Marcelo Magrão fez a estreia no UFC e encarou o norte-americano Dan Stittgen em jogo de paciência que durou os três assaltos. Ainda um tanto inseguro das ações, o brasileiro apostou em pontuar em pé com golpes de menor calibre.

A receita se manteve inalterada até o fim, quando Marcelo finalmente se soltou e exerceu pressão contra o adversário que fez frente. Mas os árbitros optaram em dar a vitória para Magrão na decisão dividida.