•  
     

Apagão afeta abastecimento de água em bairros de Salvador e região

Principais estações foram afetadas; veja localidades sem água.
Todos os municípios baianos ficaram sem energia elétrica na quarta-feira.

O apagão que atingiu todas as 417 cidades baianas, além de outros municípios da região Nordeste do país, na quarta-feira (28), afeta o abastecimento de água em bairros de Salvador nesta quinta-feira (29).
De acordo com a Embasa, empresa responsável pelo abastecimento na Bahia, as principais estações de tratamento de água de Salvador e região metropolitana foram afetadas pela interrupção no fornecimento de energia elétrica.
Ainda segundo a empresa, o fornecimento de água será normalizado gradativamente nas próximas 24 horas. As áreas mais afetadas são Comércio, Água de Meninos, parte de Nazaré, Barbalho, Saúde, Macaúbas, parte da Liberdade e do ___ Miúdo, Curuzu, Caixa D’Água, Lapinha, parte do Santo Antônio, Engenho Velho da Federação, parte do Engelho Velho de Brotas, Brotas, parte da Av. Bonocô, Cidade Nova, Nordeste de Amaralina, parte do Rio Vermelho, Santa Cruz, Vale das Pedrinhas, parte alta do Bonfim, Monte Serrat, IAPI, Pero Vaz, parte do Retiro, parte de Santa Mônica, Pernambués, Engomadeira, Tancredo Neves, Susssuarana, Mata Escura, Calabetão, parte de Periperi, Plataforma, Itacaranha, Escada, parte de Praia Grande, Alto do Cruzeiro, Jardim Nova Esperança, Sete de Abril, Nova Brasília, São Marcos, Canabrava, Alto de Coutos, Nova Constituinte.
Apagão
Salvador ficou sem energia elétrica por cerca de quatro horas. Segundo a Companhia Elétrica do Estado da Bahia (Coelba), o apagão começou por volta das 15h e foi concluído às 19h30 de quarta-feira.
O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse que a causa do apagão foi uma queimada na fazenda Santa Clara na cidade de Canto do Buriti, no Piauí. Segundo o ministério, o blecaute provocou o desligamento de duas linhas de transmissão paralelas e totalizou um corte de carga de 10.900 megawatts.
O ministro informou que as causas da queimada - se foi natural ou provocada por ação humana - ainda estão sendo investigadas. Segundo o ministro, a preocupação inicial foi restabelecer o sistema.
Locais afetados
Na capital baiana, as lojas dos dois maiores shoppings da cidade, o Iguatemi e o Salvador, fecharam as portas por algumas horas. Por volta das 16h40, os lojistas voltaram a funcionar normalmente.
Na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, os estudantes foram liberados. A Universidade Católica de Salvador cancelou as aulas nesta quarta-feira.
Ala de um dos shoppings de Salvador (Foto: Lílian Marques/ G1)
Ala de um dos shoppings da capital baiana
(Foto: Lílian Marques/ G1)
O Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães operou com gerador e o saguão da unidade ficou completamente sem luz. Todos os semáforos da capital baiana foram desligados e o trânsito ficou congestionado.
Na Praça Tomé de Souza, o Elevador Lacerda encerrou a operação e liberou os passageiros que estavam nas cabines com o apoio de gerador. Segundo informações do ponto de informações, a energia continua interrompida em toda a região, afetando também a sede da Prefeitura de Salvador e todo o comércio local.
imagems.
4ebde4671b413c1b01dca11047b2e309.jpg

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no Curuzu está liberando os pacientes que têm condições de alta médica e não está cadastrando novos, segundo informações da unidade. O G1 não consegue contato com as secretarias estadual e municipal de Saúde.
Bahia
No Polo Petroquímico, localizado na região metropolitana de Salvador, algumas fábricas evacuaram as unidades. Foi realizado um resfriamento de cilindros químicos, como procedimento de segurança, o que causou tensão em quem passava pela região, que avistou muita fumaça.
Em nota, o Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic) informou que "as unidades industriais situadas no Polo de Camaçari tiveram suas operações parcialmente paralisadas devido à queda de energia elétrica, que afetou alguns estados do Nordeste. As unidades industriais estão com suas condições de segurança asseguradas. As providências necessárias estão sendo tomadas para o restabelecimento das operações o mais rapidamente possível".
De acordo com informações da Coelba,"às 15h28, alguns municípios do sul e sudoste do estado, a exemplo de Itabuna, Eunápolis e Vitória da Conquista, tiveram o fornecimento de energia normalizado. Às 16h20, as cargas de Salvador começaram a ser restabelecidas e, gradativamente, todo o fornecimento de energia será regularizado". Por volta das 16h50, a energia já foi reestabelecida nos bairros da Barra, Brotas e na Federação, na capital baiana.
Foi registrada falta de energia nos estados do Piauí, Alagoas, Ceará, Sergipe, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
Anatel
Segundo as informações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), foram detectadas falhas nos sinais das operadoras que prestam serviços ao nordeste. Em nota, o órgão informou que as operadoras e as localidades atingidas são apuradas no final da tarde desta quarta-feira.
imagems.
20130828_163610.jpg

fotos.jpg
Anexos
4ebde4671b413c1b01dca11047b2e309.jpg
20130828_163610.jpg