•  
     

Advogado processa Microsoft por espaço em tablet Surface

Por conta do sistema operacional instalado, capacidade de tablet é bem menor que a prometida, diz acusação

O tablet da Microsoft, Surface, vem recebendo críticas por ter menos capacidade de armazenamento disponível que a anunciada. O problema é que o sistema, uma versão um pouco mais enxuta do novo Windows 8, ocupa boa parte do espaço disponível. O assunto rendeu, inclusive, a abertura de um processo.

As acusações apontam que a versão de 32 GB teria cerca de 50% de seu espaço destinado ao sistema, restando apenas 16 GB livres, enquanto a versão de maior capacidade, de 64 GB, teria apenas 45 GB disponíveis, conforme noticiou o site The Inquirer.

O processo foi aberto pelo advogado americano Andrew Sokolowski, que diz que a empresa não deixa claro a real capacidade dos tablets.


Fonte: geek.com