•  
     

Adriano inicia fisioterapia no Ninho do Urubu e tira a bota ortopédica

Atacante faz trabalho na bicicleta na sala de musculação do Flamengo

Imagem

Sai Ronaldinho Gaúcho, chega Adriano. Na tarde desta segunda-feira, o atacante iniciou uma nova fase da recuperação da cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo, realizada em 13 de abril. Ainda sem qualquer vínculo com o Flamengo, o Imperador chegou ao Ninho do Urubu às 15h em ponto para realizar a primeira sessão de fisioterapia no clube. Até então, ele vinha sendo atendido em casa por um fisioterapeuta do time. A programação do tratamento do jogador ainda não foi divulgada, mas em alguns momentos ele vai dividir espaço com o grupo.
Na volta ao CT, no entanto, ele não encontrou os jogadores. Nesta segunda, o técnico Joel Santana comandou o treino na parte da manhã. Adriano vestia camisa preta e bermuda jeans e ainda usava uma bota ortopédica. Depois da fisioterapia com Fabiano Bastos, o mesmo que o atendia em casa, ele seguiu para a sala de musculação, foi para a bicicleta ergométrica e publicou uma foto em seu Twitter já sem a bota ortopédica. Procurado pela assessoria de imprensa do Flamengo, disse que só irá falar "no momento oportuno".
O Imperador - que pela manhã esteve, de acordo com sua assessoria, no consultório do médico José Luiz Runco para fazer um curativo - deixou o Ninho do Urubu às 16h40m, caminhando normalmente. Ele tem nova sessão marcada para as 15h desta terça-feira, novamente sem a presença do elenco rubro-negro, que viaja para enfrentar a Ponte Preta, na quarta-feira, em Campinas. Segundo a assessoria de imprensa do Flamengo, as próximas sessões serão fechadas aos jornalistas - a não ser aquelas que coincidam com o trabalho dos outros atletas.

Imagem

Mais cedo, após a atividade da manhã, o volante Ibson falou sobre a possibilidade de reencontrar o atacante.

- Conheço o Adriano há bastante tempo, fizemos toda a base juntos, jogamos no profissional. Ele faz a diferença. Que possa se recuperar e, se vier, que nos ajude como sempre ajudou. Vamos estar de braços abertos para recebê-lo - afirmou o camisa 7.
O Rubro-Negro decidiu oferecer ajuda ao atacante para que ele possa retomar a carreira em alto nível no clube, mesmo sem ter qualquer compromisso firmado com o jogador neste momento. Em abril, mês da cirurgia, José Luiz Runco informou que a previsão de retorno do Imperador aos treinos seria de pelo menos três meses.
 
tomara qui eli volta a ser como era em 2009