•  
     

A história da máscara dos Anonymous: Guy Fawkes

Imagem

Guy Fawkes (também conhecido como Guido) foi um soldado inglês católico que participou da “Conspiração da Pólvora” (Gunpowder Plot), que tinha como objetivo explodir o parlamento britânico durante uma sessão, em 5 de novembro de 1605.

A intenção da conspiração liderada por Robert Catesby, era iniciar um levante católico contra a repressão do rei protestante Jaime I, matando-o junto de outros parlamentares protestantes, através da explosão que fora planejada. Guy Fawkes, que era um perito em explosivos, foi colocado para detonar os 36 barris de pólvora colocados sob o prédio do parlamento, mas por conta de uma informação vazada, Fawkes acabou sendo descoberto e preso, antes que o plano fosse posto em prática. E após o seu interrogatório e tortura, São Guy Fawkes foi executado na forca por traição e tentativa de assassinato.

Outros participantes da conspiração acabaram tendo o mesmo destino. Sua captura é celebrada até os dias atuais no dia 5 de novembro, na “Noite das Fogueiras” (Bonfire Night).


Imagem

Na Graphic Novel “V de Vingança”, de Alan Moore, o personagem usa a famosa máscara de Guy Fawkes e, com isso, a tornou mundialmente famosa.E hoje é uma referência de revolução na cultura nerd/pop.

A relação, ou até mesmo inspiração dos Anonymous com o filme “V de Vingança” (V for Vendetta) é evidente. A máscara usada nos protestos do grupo Anonymous é igual, sem tirar nem por. A máscara usada por “V”, o personagem principal da trama, e as semelhanças não param por ai. Os ideais do filme são basicamente anarquistas, buscam igualdade e justiça numa sociedade que precisa ser reestruturada para que isso aconteça. “V for Vendetta” é um filme de suspense lançado em 2006. É uma adaptação da série de quadrinhos de mesmo nome, de Alan Moore e David Lloyd. O filme se passa em um futuro próximo. Natalie Portman estrela como Evey e Hugo Weaving interpreta “V”, um carismático defensor da liberdade que busca uma revolução.

Com roteiro de Andy Wachowski e Larry Wachowski, dirigido por James McTeigue, o filme é de uma qualidade inquestionável e não é de se admirar que tenha inspirado tantos movimentos revolucionários. O filme tem cheiro de chuva, porém deixa um rastro de fogo, de vontade de mudanças, de revolução por onde passa, e faz isso com a magnificência de um rei.


Imagem

Da próxima vez que você vir aquele rosto misterioso com bigodes e um sorriso sutilmente sarcástico, lembre-se que por trás dela não existe apenas a inspiração vinda de um filme de ficção… Por trás dela há história, há ideias, há conceitos, e, sobretudo, pensamentos sobre liberdade e justiça.

Fonte