•  
     

5 teorias sobre a origem da vida

Do surgimento da vida no mar até a vinda de outros planetas.

Imagem

Todos sabem que a origem da vida é composta de mistérios, hipóteses e descobertas. Envolvendo crenças, religiões e ciência, esse é um dos temas mais polêmicos, sem respostas e que pautam os estudos dos grandes pesquisadores do mundo.

Em meio a tantas teorias, todas elas apresentam um conceito em comum: a Terra começou a ser habitada há mais de 3 bilhões de anos por micróbios.

Os biólogos estão fazendo um ótimo trabalho mostrando como os organismos vivos funcionam, mas ainda não sabem responder muitas perguntas referentes à vida e como ela pode ter evoluído através de um mundo praticamente desabitado. De que forma moléculas inorgânicas tornaram-se organismos vivos capazes de crescer e evoluir?

Com toda certeza, esse é um dos assuntos mais fascinantes e complexos que podemos debater na atualidade. Para tentar entender um pouco melhor sobre o tema, vamos conhecer algumas teorias!

Imagem

1. Teoria dos mares
Você já imaginou se a vida foi iniciada em um ambiente aquático? Pois é, a teoria de que a vida surgiu nos mares indica que tudo pode ter começado através de fontes hidrotermais – uma das maiores zonas de biodiversidade da Terra – que não necessitam de luz solar e fotossíntese.

As fontes teriam expelido moléculas ricas em hidrogênio, mantendo-as concentradas em um único ambiente, favorecendo os minerais catalisadores. Até hoje, esse ambiente cultiva um grandioso ecossistema.

Imagem

2. Primórdios no gelo
Quando o sol não esquentava tanto a Terra como nos dias de hoje, o gelo pode ter dominado os oceanos. Já imaginou você, indo para a praia com os amigos, quando se depara com o mar todo congelado? Assim fica difícil, né?

A camada de gelo possivelmente formada no oceano há 3 bilhões de anos pode ter protegido alguns compostos orgânicos mais frágeis dos raios ultravioleta. Aliás, o frio pode ter sido um dos fatores fundamentais para ajudar as moléculas a sobreviver por mais tempo, permitindo a proliferação.

A teoria vem sendo aprimorada ao longo dos anos por cientistas como Stanley Miller e o biólogo molecular da Universidade Albert Einstein de Medicina em Nova York, Matthew Levy.

Imagem

3. Panspermia
Idealizada por Anaxágoras no século 5 a.C. na Grécia, Panspermia é uma das hipóteses de que a vida foi trazida à Terra por meteoritos, asteroides e planetoides.

A teoria propõe que a vida pode sobreviver aos efeitos adversos do espaço; como as bactérias extremófilas (organismos que conseguem sobreviver a condições geoquímicas extremas) que podem ficar presas em matérias para viajar por um longo período até colidir com outros planetas.

Você que lembrou do Venom dos quadrinhos do Homem-Aranha, sim, a simbiose pode ser uma bactéria extremófila, por que não? Afinal, ela sobrevive a qualquer condição.

Quando essas bactérias extremófilas conseguem se adaptar às condições de outros planetas, a vida começa! Elas vão ser capazes de iniciar o processo de proliferação e evolução. O conceito de Panspermia também relaciona que é possível existir vida em outros planetas – será que todos nós somos descendentes de seres extraterrestres?

Imagem

4. Faíscas da vida
Um famoso experimento realizado pelos cientistas Miller e Urey na Universidade de Chicago em 1953 pode indicar o início de vida na Terra. A experiência consistia em simular as condições primitivas de 3 bilhões de anos.

Para realizar todo o processo foi preciso de um recipiente fechado com um balão contendo água, metano, amônia, hidrogênio e descargas elétricas. Depois de um tempo de exposição diante das faíscas, alguns compostos orgânicos surgiram dentro do ambiente vedado, incluindo aminoácidos e açúcares.

Ao que tudo indica, o clima morno e úmido da Terra naquela época pode ter sido essencial para a criação de compostos básicos necessários para a vida.

Imagem

5. Origem da vida e argila
Sabe a argila que você usava para atirar no amigo nas aulas de Educação Artística na escola? Então, ela pode ter sido responsável pelo início da vida. De acordo com uma ideia elaborada pelo químico Alexander Graham Cairns-Smith, da universidade de Glasgow na Escócia, a teoria mostra que a argila pode adsorver compostos orgânicos, desempenhando uma função de catalisador e protetor de reações – protegendo inclusive de radiação.

Em algumas mitologias como a grega de Prometeu e Atena, é comum encontrar referências de que a vida foi criada através de um molde de argila.

Teorias, muitas teorias
É claro que citamos apenas algumas teorias científicas sobre as origens da vida. Muitas dúvidas ainda habitam a cabeça de todos nós, mas uma coisa é certa: esse assunto nunca vai deixar de render dúvidas, mistérios e discussões. Com diversos conceitos entre ciência e religião, a verdade é que cada um acredita naquilo que lhe convém e na forma como a nossa espécie chegou até aqui.

Fonte